São Paulo vence Corinthians e vai repetir final do Paulistão contra o Palmeiras

Colisão entre carro e caminhonete deixa motorista ferido em Matão
28 de março de 2022
FÓRMULA 1: Verstappen vence GP da Arábia Saudita
28 de março de 2022
Exibir todos

São Paulo vence Corinthians e vai repetir final do Paulistão contra o Palmeiras

Alisson comemora seu gol no clássico (Foto: Marcos Ribolli) Atuações do São Paulo

Tricolor controla jogo e faz dois gols, leva um após saída errada de Jandrei, mas elimina Timão em mata-mata após 22 anos e revê alviverdes na decisão

São Paulo continua vivo na busca pelo seu segundo título consecutivo no Campeonato Paulista. Num Morumbi lotado, com mais de 50 mil torcedores, o Tricolor venceu o Corinthians por 2 a 1 na tarde deste domingo, pelo jogo único da semifinal, e vai reencontrar o Palmeiras na final – mesmo adversário de 2021, quando o São Paulo encerrou um jejum de oito anos sem títulos. Os gols da vitória foram de Welington, no primeiro tempo, e Alisson, no segundo. Na reta final, Jô diminuiu após falha de Jandrei na saída de bola, mas não conseguiu fazer o Corinthians reagir. Ao Timão, resta a preparação para a estreia na Libertadores, daqui uma semana – mas a equipe de Vítor Pereira continua zerada em clássicos na atual temporada.

Como será a decisão?

São Paulo e Palmeiras vão decidir o título paulista em dois jogos – o primeiro no Morumbi, no meio da semana, e o segundo com mando do Verdão, no fim de semana, mas ainda sem local definido. Qualquer empate na soma dos dois resultados leva a decisão para os pênaltis.

Cai um jejum!

São Paulo conseguiu eliminar o Corinthians em um mata-mata depois de 22 anos. A última vez que isso aconteceu foi também em uma semifinal de Campeonato Paulista, em 2000. Depois disso foram nove decisões eliminatórias, todas a favor do Timão. Desta vez, porém, a história foi diferente. E o Tricolor está na final.

Segue outro jejum

O Corinthians continua sem vencer clássicos em 2022. Pior, sem nem empatar. Agora são quatro derrotas em quatro duelos contra os grandes rivais no Paulistão: duas para o São Paulo, uma para o Corinthians, outra para o Palmeiras. Além disso, segue sem ganhar do Tricolor no Morumbi – a última vitória foi em 2017. Números que pesam, mas não podem afetar o time às vésperas de uma estreia na Libertadores, daqui a 10 dias, contra o Always Ready, na Bolívia.

Primeiro tempo

São Paulo e Corinthians mostraram equilíbrio nos primeiros 30 minutos, com marcações bem encaixadas e algumas novidades pelo lado alvinegro – Giuliano titular, Willian jogando aberto pela direita e Renato Augusto mais avançado, como um “9”. No entanto, a lesão de Fagner logo no início atrapalhou os planos do técnico Vítor Pereira, que teve de improvisar João Victor no setor e viu o Timão perder profundidade pelo lado direito – a única boa chance foi pela esquerda, em chute de Róger Guedes que Jandrei defendeu. O Tricolor foi se encontrando no jogo e passando a criar mais, abrindo a defesa corintiana e se impondo fisicamente no meio-campo – Paulinho, mais uma vez, esteve sumido. Até que, aos 41 minutos, logo depois de Giuliano salvar um gol em cima da linha, o São Paulo abriu o placar em um belo chute de Welington, de esquerda. Mais uma vez, um garoto de Cotia deixou o time de Rogério Ceni em vantagem.

Segundo tempo

O Corinthians não demorou a fazer mudanças: lançou Júnior Moraes e Gustavo Mosquito nas vagas de Paulinho e Willian. A intensidade aumentou, mas não o suficiente para acompanhar o ritmo de um São Paulo que estava disposto a decidir: após boa jogada pela direita, Alisson recebeu quase na marca do pênalti e fez o segundo gol do jogo. Com a vantagem, Rogério Ceni viu seu time administrar o jogo e quase complicá-lo após falha feia de Jandrei, que errou numa saída de bola e deixou Jô com o gol vazio para diminuir o placar. Após alguns minutos de tensão no Morumbi, a torcida reagiu e voltou a apoiar o time, que correu poucos riscos diante de um Corinthians ainda muito abaixo do esperado.

Fonte: Globo Esporte

Deixe uma resposta